Coleção registrada no QuipoFashion lançada no Dia Mundial da Criatividade e Inovação

O Dia Mundial da Criatividade e Inovação, criado pela ONU para conscientizar sobre a importância dessas características na busca por um desenvolvimento sustentável, é comemorado num evento online que junta comunidades ao redor do mundo para celebrar e promover a criatividade com atividades livres. Uma delas será o lançamento das primeiras peças da coleção Lisboa Criativa, do artista Cocco Barçante, que acontece no dia 22 de abril, às 15h no horário de Brasília.


A coleção de bolsas do artista plástico e designer social, criador do Museu do Artesanato do Estado do Rio de Janeiro, retrata e valoriza a paisagem urbana de Lisboa e suas bolsas inspiradas nos “elétricos” (bondinhos) ainda agrega um caráter inovador à sua criação: o registro das peças em rede Blockchain.



Blockchain é uma tecnologia emergente cujo uso vai muito além das criptomoedas. É uma rede auditável, descentralizada e imutável que faz registros e pode ser usada para processos de rastreabilidade, como é o caso aplicativo QuipoFashion, usado por Cocco para o registro de sua coleção. Além de contar como um certificado de autenticidade das peças, a rastreabilidade mostra ao comprador toda a história de sua criação, da concepção à finalização, comprovando a responsabilidade socioambiental na confecção e valorizando os trabalhadores e o artesanato empregados.



Além do lançamento da coleção Lisboa Criativa, junto à Inês Araújo, mestre em História da Arte e Património pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (FLUL), serão apresentadas duas realidades museológicas: o Museu Bordalo Pinheiro, em Portugal, do qual Inês é integrante, e o Museu do Artesanato do Estado do Rio de Janeiro no Brasil. Numa reflexão sobre a responsabilidade social dos museus, colocam-se questões como a importância da arte para a construção social, o pertencimento e a celebração de identidades locais, em um encontro de artistas, museus e valores.



Quipo Tech e Cocco Barçante: o encontro da criatividade e da inovação tecnológica

Não poderia haver data melhor que o Dia Mundial da Criatividade Inovação para cristalizar a parceria entre a startup QuipoTech e o artista Cocco Barçante. Isso porque a energia criativa das obras de Cocco e a tecnologia inovadora da empresa se encontram em uma interseção: o foco no desenvolvimento sustentável.

Por um lado, o artista petropolitano atua com grupos de artesãs, costurando seu trabalho artístico com atividades educativas e sociais. Por outro, signatária da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável da ONU, em suas soluções para rastreabilidade de cadeias produtivas e registros de documentos e obras de arte, a QuipoTech tem como objetivo dar mais transparência e confiança às relações, fomentando boas práticas socioambientais e a valorização dos produtores que as empreguem. Tudo isso com o uso da tecnologia Blockchain. A partir da trinca transparência, velocidade e custo-benefício, a tecnologia se mostra promissora em diversas iniciativas para fomentar práticas sustentáveis em diversas cadeias produtivas.


Esse encontro se estende para além da coleção Lisboa Criativa. Outras obras do artista plástico estão sendo registradas no QuipoArt, aplicativo que garante a autenticidade e a autoria da obra. O objetivo, segundo Cocco, é que a autenticidade destas obras seja garantida, mas também ajudar em seu caráter educativo, promovendo o conhecimento acerca das iniciativas que as produziram de uma forma que só a união entre a arte e a tecnologia poderia possibilitar.