top of page

QuipoTech leva a exposição Gargantas ao Brasil Eco Fashion

A QuipoTech marca presença na Brasil Eco Fashion como realizadora, junto à  @cotton.move da exposição Gargantas, do fotógrafo Zuza Seffrin. Indo ao encontro da nossa missão de tornar o mundo mais sustentável, as obras são impressas em sarja de algodão reciclado e impressas pela Epson com a técnica de impressão digital, sem processo de efluentes. A mostra, com as obras rastreadas e tokenizadas pela QuipoTech, questiona, com uma série fotográfica de bocas de lobo, para onde vão os resíduos urbanos. O evento acontece dso dias 7 a 9 de dezembro, no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo.


"Gargantas" é uma jornada única e profunda na visão de Seffrin sobre um aspecto muitas vezes ignorado e invisível de nossas cidades: os bueiros. Nesta exposição, o fotógrafo nos convida a olhar mais de perto, antropomorfizando essas estruturas urbanas que servem como filtro para os descartes humanos, revelando uma riqueza de beleza e importância que muitas vezes passa despercebida.


As fotografias apresentadas não apenas capturam a estética intrigante dos bueiros urbanos, mas também expõem a realidade perturbadora da poluição e do acúmulo de resíduos e de microplásticos em nossos sistemas de água. Os bueiros são as "gargantas" por onde escorrem os descartes urbanos poluição diária e insidiosa que afeta nossos oceanos e rios. Por fim, são "gargantas" que gritam, testemunhas silenciosas da nossa própria história, da "evolução" das metrópoles e do impacto humano sobre o ambiente.


Na imagem, podemos ver vários quadros enfileirados com fotografias de bueiros centralizadas.
Exposição "Gargantas", no Eco Fashion Brasil

Intrinsecamente ligada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, com foco especial no ODS 14 (Vida na Água) e no ODS 12 (Consumo e Produção Responsáveis), este convite se materializa na antevéspera da Conferência da Década dos Oceanos de 2024, que acontecerá na Espanha. As imagens capturadas por Zuza para revelar os segredos subterrâneos dos bueiros urbanos destacam a importância de proteger nossos ecossistemas aquáticos e de promover práticas de consumo e produção responsáveis. Por isso mesmo, elas foram produzidas a partir de princípios de baixo impacto, utilizando tecnologia de impressão inovadora ambientalmente sustentável.


Aqui, a arte fotográfica tradicional se apresenta aliada a tecnologias emergentes, como blockchain e NFTs (Tokens Não Fungíveis), capazes de garantir a autenticidade da obra e a veracidade da história única por detrás de cada imagem.


Unindo arte e tecnologia, Zuza Seffrin nos revela ainda um contraponto surpreendente: o verde que emerge da sujeira e da água. Suas imagens nos mostram que, mesmo nos lugares aparentemente inóspitos, a vida insiste em florescer.


A QuipoTech também participou do painel "Caminhos para Inovação na indústria têxtil brasileira: blockchain, reciclagem e biomateriais". Junto a Junior Costa, do IPT e José Guilherme Teixeira, da Cotton Move, discutimos os desafios de encontrar matérias-primas sustentáveis e integrar toda a cadeia para alcançar a circularidade. Abordando a transparência como característica essencial, destacamos a importância da rastreabilidade e como a tecnologia blockchain fortalece essa jornada. Os diálogos evidenciam o comprometimento das pessoas em diversas cadeias produtivas na busca por soluções diante da crise climática.


Na fotografia, vemos Hugo Queiroz, da QuipoTech; Junior Costa, do IPT e José Guilherme Teixeira, da Cotton Move.
Painel Diálogos, no Ecofashion Brasil


Comments


bottom of page